Castelo Mikhailovsky

Castelo Mikhailovsky

Construído entre 1819 e 1825 a pedido do imperador Paulo I, o Castelo Mikhailovsky de São Petersburgo é um majestoso edifício de estilo neoclássico onde está exposta a galeria de retratos da coleção do Museu Russo.

Um pouco de história

O imperador Paulo I vivia aterrorizado com a ideia de que havia planos para o assassinar, pelo que, como medida de segurança, ordenou a construção de um castelo que se elevaria como uma pequena fortaleza sobre uma ilha artificial, à qual apenas se podia aceder por pontes levadiças.

O Castelo Mikhailovsky foi construído com uma peculiar mistura de estilos que reúne elementos góticos, clássicos e renascentistas que lhe conferem um aspeto único e muito especial, de tal forma que demonstra uma aparência diferente em função do ângulo de que é observado.

Infelizmente para Paulo I, os seus medos tornaram-se realidade pouco depois de se mudar para o seu novo castelo. O inimigo encontrava-se dentro e um grupo de oficiais empenhados em fazê-lo abdicar acabaram por o assassinar.

Depois do assassinato de Paulo I, a família mudou-se de novo para o Palácio de Inverno e o castelo foi abandonado, até que em 1823 foi oferecido à Universidade de Engenharia do Exército.

Exposições

No Castelo Mikhailovsky de São Petersburgo estão expostas as coleções do Museu Russo dedicadas à galeria de retratos. Entre as paredes do museu podem se ver as pinturas oficiais que serviam de álbum familiar da monarquia russa que se sucedeu de finais do século XVII até princípios do século XX.

Horário

Segunda-feira: das 10:00 às 18:00 horas.
Quarta-feira: das 10:00 às 18:00 horas.
Quinta-feira: das 13:00 às 21:00 horas.
Sexta-feira, sábado e domingo: das 10:00 às 18:00 horas.
Terça-feira: fechado.

Preço

Adultos: 500 (US$6,30).
Estudantes: 250 (US$3,20).
Crianças menores de 16 anos: acesso gratuito.

Transporte

Metrô: Gostiny Dvor, Nevsky Prospekt.